Dança e Cinema: um giro por Pina Bausch

ORGANIZADO POR PRISCILA MAIA
MOSTRA DE FILMES DE DANÇA

O ciclo Dança e cinema estréia na programação do Baukurs Cultural prestando uma homenagem a obra da coreógrafa alemã Pina Bausch, falecida em junho de 2009. Prolífica e precursora, inaugurou a chamada dança-teatro, linguagem transdisciplinar que garantia ao público impressões cinematográficas. As criações de Pina Bausch ultrapassaram os limites do palco, influenciaram gerações de outros artistas e marcaram a história da arte contemporânea. Na tentativa de passar pelas quatro décadas de sua carreira e pelos diversos suportes que a cercaram, a mostra Um giro por Pina Bausch selecionou um espetáculo, uma ficção, e dois documentários sobre a diretora da Tanztheater Wuppertal. Na primeira exibição, A Sagração da Primavera traz a música de Stravinsky numa coreografia que evidencia seu estilo inconfundível; O Lamento da Imperatriz é o único filme que dirigiu, dançado nas ruas e arredores de Wuppertal, na Alemanha. Pina Bausch: One Day Pina asked…, dirigido pela cineasta belga Chantal Akerman, mostra pedaços de espetáculos e os bastidores das criações. Por último, o documentário Damas e Cavalheiros acima de 65 anos, dirigido por Lilo Mangelsdorff, acompanha as pessoas que responderam a um anúncio de jornal para participar da remontagem da peça Kontakthof (Pátio de contatos), de Pina Bausch. Sem nunca antes terem trabalhado com dança, o filme é um elogio tocante ao processo de envelhecimento. Depois da exibição, haverá um bate-papo com a curadora.

Cronograma das exibições:

17/07 _A Sagração da Primavera
24/07 _O Lamento da Imperatriz
31/07 _Pina Bausch: One Day Pina asked…
07/08 _Damas e Cavalheiros acima de 65 anos

Sábados, às 19h. Início em 17 de julho.
Entrada franca, sujeita a reserva de lugar. 
Clique aqui e faça sua pré-inscrição.

PRISCILA MAIA é Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e roteirista com especialização na Escuela Internacional de Cine Y Televisión (Cuba), desde 2003, dedica-se à dança contemporânea e ao vídeo. Formou-se em dança na Escola Angel Vianna e trabalhou três anos com a coreógrafa Paula Nestorov. Com o coreógrafo Frederico Paredes, dirigiu o videodança A Sessão. Foi repórter do site idanca.net e pesquisadora do Centro de Documentação da TV Globo. Atualmente, colabora com o grupo teatral Pequena Orquestra e finaliza seu primeiro curta-metragem de ficção, chamado Síncope. Desde 2008, é intérprete-colaboradora da Lia Rodrigues Companhia de Danças, tendo participado da criação de Pororoca e de suas turnês internacionais.


Outras atividades // Veja toda a programação