Figurino: começo, meio e fim

COM INÊS SALGADO
CURSO EM 8 AULAS

O curso tem por finalidade trazer um conhecimento teórico de todas as etapas que envolvem desde a criação, produção e confecção de um figurino para cinema ou teatro, através de uma metodologia própria para cada um desses modos de expressão.

_Leitura e decupagem do roteiro ou texto
_Compreensão dos personagens e reuniões com departamentos
_Escolha da equipe adequada a cada tipo de produção
_Apresentação de um projeto de figurino
_Produção do figurino de acordo com plano de filmagem
_Provas de figurino
_Etapas de filmagem / ensaios técnicos
_Fechamento da produção

O curso tem como público alvo alunos nas áreas de moda, cinema, design, teatro, indumentária e afins, e/ou que tenham interesse em compreender a metodologia que envolve todo o processo e etapas da criação e do desenvolvimento de um figurino para cinema ou teatro.

Início do curso em 09 de agosto.
Segundas e quartas-feiras, de 18h30 às 21h.
de 9 de agosto a 1 de setembro.

20 vagas disponíveis.
Valor: duas parcelas de R$ 150,00.

Clique aqui e faça sua pré-inscrição.

INÊS SALGADO é figurinista de teatro e cinema. Estreou no longa-metragem Os sermões (1989), de Júlio Bressane, trabalho feito em conjunto com sua irmã, a figurinista Bia Salgado. Em 1996 fez os figurinos de Doces poderes, de Lúcia Murat, com quem voltou a trabalhar em Brava gente brasileira (2000). Foi assistente de figurino em Anaconda (1996), de Lucho Llosa, produção americana rodada no Brasil, e em Jenipapo (1996), de Monique Gardenberg. Com a irmã dividiu outras criações, na publicidade, no teatro e no cinema, como Cidade de Deus (2002), de Fernando Meirelles. Juntas, mantêm um grande acervo de roupas, acessórios e objetos de diferentes épocas. Em 2003 foi a figurinista de Quase dois irmãos, de Lúcia Murat, e, em 2006, de Mulheres do Brasil, de Malu de Martino. Em 2009 ganhou o Prêmio Shell RJ de Melhor Figurino, pela peça O Jardim das Cerejeiras, com a direção de Moacir Chaves.


Outras atividades // Veja toda a programação