Leonor de Mendonça – Ciclo de Leituras Baukurs 2017

“Leonor de Mendonça não é só o mais belo drama romântico brasileiro, mas o único que tem sido revivido com certa frequência em versões modernas. Tem por protagonista a Duquesa de Bragança, da mais alta estirpe portuguesa que foi morta por seu esposo, sob suspeita de adultério. O autor tinha 23 anos quando terminou de escrever este drama em 1846.”

Décio de Almeida Prado

O Ciclo de Leituras Baukurs 2017 apresenta Leonor de Mendonça de Gonçalves Dias.

Leonor de Mendonça é uma peça em três atos. Uma das quatro peças que o poeta romântico Gonçalves Dias escreveu, é considerada um dos primeiros trabalhos teatrais do Brasil e foi publicada em 1846.
 
Em domínio público, o texto pode ser encontrado no Portal Domínio público.
Clique aqui para acesso ao link direto para baixar em formato PDF.

Sobre o autor

Gonçalves Dias, poeta, professor, crítico de história, etnólogo viveu no século XIX.
Nascido e educado inicialmente no Brasil, viaja para Portugal onde estuda Direito em Coimbra. À influência portuguesa junta-se a dos românticos franceses, ingleses, espanhóis e alemães.
Em 1843 surge Canção do exílio, uma das mais conhecidas poesias da língua portuguesa.
Em 1846 o Conservatório do Rio de Janeiro impede a apresentação de seu drama em três atos “Leonor de Mendonça” sob o pretexto de ser incorreto na linguagem.
Nomeado para a Secretaria dos Negócios Estrangeiros, Gonçalves Dias permanece na Europa de 1854 a 1858, em missão oficial de estudos e pesquisa.
Em 1856, viajou para a Alemanha e, na passagem por Leipzig, em 1857, o livreiro-editor Brockhaus editou seus Cantos, os primeiros quatro cantos de Os Timbiras, compostos dez anos antes, e o Dicionário da língua Tupi.
Voltou ao Brasil e, em 1861 e 1862, viajou pelo Norte, pelos rios Madeira e Negro, como membro da Comissão Científica de Exploração. Em 1863 retorna a Europa, e em função de sua saúde debilitada, volta para o Brasil em 1864 e morre durante o naufrágio do navio na costa do Maranhão. Tinha 41 anos de idade.
Pela obra lírica e indianista, Gonçalves Dias é um dos mais típicos representantes do Romantismo brasileiro e forma, com José de Alencar na prosa, a dupla que conferiu caráter nacional à literatura brasileira.
 

Direção geral
Thea Schünemann Miranda
Curadoria e Coordenação
Antonio Gilberto

 

 

Serviço

O evento inicia as 18:30hs.

9 de outubro de 2017
Baukurs Botafogo
Rua Goethe, 15
Botafogo
Tel: +55 21 2294-6017
Clique para ver o mapa

O evento não é recomendado para menores de 12 anos.

Entrada franca mediante distribuição de senhas 30 min antes do início de cada leitura.

Outras atividades // Veja toda a programação