O Universo Trágico: cosmologia, astrofísica e o devir humano

COM JOÃO TORRES DE MELLO NETO
APRESENTAÇÃO E DEBATE INFORMAL

As fronteiras da ciência moderna descortinam um universo que nenhuma obra de ficção supera em radicalidade, que nos encanta e ao mesmo tempo nos assombra. Discutiremos quais as conexões entre o micromundo quântico e a cosmologia, entre a evolução das estrelas e a matéria da qual somos compostos, das estrelas que explodem e as partículas que detectamos na Terra. Pascal hoje não temeria o “silêncio dos espaços infinitos”, mas sim, a violência das supernovas, a queda sem volta num buraco negro e a expansão acelerada do universo.

Sábado, 21 de agosto, de 17h às 19h.
20 vagas disponíveis.
Entrada franca, sujeita a reserva de lugar.
 Clique aqui e faça sua pré-inscrição.

JOÃO TORRES DE MELLO NETO é doutor em Física e professor associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É um dos “task leaders” do Observatório Pierre Auger e sua linha principal de pesquisa é o estudo de raios cósmicos de altas energias. É especialista em astropartículas e astrofísica, com ênfase em fenomenologia de astropartículas, análise estatística de dados e métodos estatísticos e computacionais aplicados à física. Em 2007/2008 passou um ano como “visiting scholar” na Universidade de Chicago. É secretário regional (Rio) da SBPC desde Julho de 2009.


Outras atividades // Veja toda a programação