Oficina de contos com o escritor Paulo Scott

O curso, distribuído em quatro encontros ministrados pelo autor, compreenderá exposição e análise das novíssimas técnicas e vocações estéticas em torno da composição do conto na literatura contemporânea, bem como suas repercussões diretas na literatura produzida hoje no Brasil e no mundo. Também serão oportunizadas atividades práticas, por meio das quais os alunos terão a chance de confrontar o seu próprio processo de escrita. Os textos produzidos pelos alunos serão analisados pelo ministrante e eventualmente debatidos pelos demais alunos da turma.

O curso acontecerá em julho, nos dias 14/07,  16/07, 21/07 e 23/07, de 18h30 a 20h30.

Ao final do curso, na segunda metade do último encontro, o escritor analisará o atual momento do mercado editorial nacional e estrangeiro e em que medida isso poderá alterar as relações e apostas editoriais no Brasil e no estrangeiro. O autor receberá e analisará contos dos participantes que já estejam em processo de produção de textos literários para publicação futura.

AUTOR: Paulo Scott

VALOR DO CURSO: R$ 380,00

CURRÍCULO DO AUTOR: Paulo Scott, autor de cinco livros de poemas – o mais recente, intitulado “Mesmo sem dinheiro comprei um esqueite novo” (São Paulo: Companhia das Letras, 2014), livro vencedor do Prêmio da APCA – Associação Paulista dos Críticos de Arte – e quatro de prosa – dentre eles o livro de contos “Ainda orangotangos”, publicado originalmente pela editora Livros do Mal e republicado pela editora Bertrand Brasil, adaptado para o cinema pelo diretor Gustavo Spolidoro, longa-metragem vencedor do 13º Festival de Cinema de Milão, e o romance “Habitante irreal” (Rio de Janeiro: Alfaguara, 2011, livro vencedor do Prêmio Machado de Assis 2012, da Fundação Biblioteca Nacional, lançado também na Alemanha, Portugal, Inglaterra e Estados Unidos. Em agosto deste ano, o autor lançará seu quarto romance, intitulado “O ano em que vivo de literatura”.

Oficina de contos com o escritor Paulo Scott

O curso, distribuído em quatro encontros ministrados pelo autor, compreenderá exposição e análise das novíssimas técnicas e vocações estéticas em torno da composição do conto na literatura contemporânea, bem como suas repercussões diretas na literatura produzida hoje no Brasil e no mundo. Também serão oportunizadas atividades práticas, por meio das quais os alunos terão a chance de confrontar o seu próprio processo de escrita. Os textos produzidos pelos alunos serão analisados pelo ministrante e eventualmente debatidos pelos demais alunos da turma.

O curso acontecerá em julho, nos dias 14/07,  16/07, 21/07 e 23/07, de 18h30 a 20h30.

Ao final do curso, na segunda metade do último encontro, o escritor analisará o atual momento do mercado editorial nacional e estrangeiro e em que medida isso poderá alterar as relações e apostas editoriais no Brasil e no estrangeiro. O autor receberá e analisará contos dos participantes que já estejam em processo de produção de textos literários para publicação futura.

AUTOR: Paulo Scott

VALOR DO CURSO: R$ 380,00

CURRÍCULO DO AUTOR: Paulo Scott, autor de cinco livros de poemas – o mais recente, intitulado “Mesmo sem dinheiro comprei um esqueite novo” (São Paulo: Companhia das Letras, 2014), livro vencedor do Prêmio da APCA – Associação Paulista dos Críticos de Arte – e quatro de prosa – dentre eles o livro de contos “Ainda orangotangos”, publicado originalmente pela editora Livros do Mal e republicado pela editora Bertrand Brasil, adaptado para o cinema pelo diretor Gustavo Spolidoro, longa-metragem vencedor do 13º Festival de Cinema de Milão, e o romance “Habitante irreal” (Rio de Janeiro: Alfaguara, 2011, livro vencedor do Prêmio Machado de Assis 2012, da Fundação Biblioteca Nacional, lançado também na Alemanha, Portugal, Inglaterra e Estados Unidos. Em agosto deste ano, o autor lançará seu quarto romance, intitulado “O ano em que vivo de literatura”.

14 de julho de 2015 até 23 de julho de 2015
Baukurs Botafogo
Rua Goethe, 15
Botafogo
Tel: +55 21 2294-6017
Clique para ver o mapa

Próximos filmes // Veja o que há de novo