Netflix com impostos

A plataforma americana de filmes por streaming Netflix sofreu no último mês de maio uma dura derrota nos tribunais alemães.

O site havia entrado com um processo no qual justificava a ausência de pagamentos de taxas à Comissão de Fomento ao Cinema na Alemanha (FFA). Por não ter sede no país, os advogados da empresa entendiam que ela deveria estar isenta desse tipo de tarifa. A corte responsável foi contra esse entendimento, afirmando que se a empresa de Video on Demand gera lucros em seu território, mesmo que sem sede no país, deve contribuir para o fomento do cinema nacional.

Na Europa as empresas “.com”  vêm sofrendo uma série de derrotas legais, que têm imposto novas restrições para os negócios online. Também em maio o fundador do Facebook Mark Zuckerberg se viu obrigado a depor no Parlamento Europeu para explicar como se daria a proteção de dados dos usuário do Facebook para os países membros da União Europeia.

Saiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.