Por que aprender alemão no Baukurs?

Baukurs é um curso de alemão com mais de 40 anos de existência. Se não vimos de tudo que há para ver no que diz respeito ao aprendizado de línguas, temos certeza que vimos muita coisa. De cada uma delas, levamos uma experiência e um aprendizado.

É fato que muita coisa mudou na sala de aula.

Os métodos, as mídias, os professores, os alunos, nada disso permanece. Só o ensino.

Com a urgência que os tempos pediam, nos adaptamos, reformamos, mudamos nossa cara e parte do nosso conteúdo para sempre comunicar com o tempo que vivemos. Mas não mudamos nosso ideal.

Ensinar um idioma é educar para um encontro, mostrar o diferente e permitir a construção de uma ponte entre o saber do aluno e a língua estrangeira.

Ainda mais do que isso: a certeza de que quando esses dois mundos se tocam, algo novo é criado. Aprendizado como contato, onde nasce a possibilidade de criação. Assim gostamos de ensinar a língua, indo um pouco além.

Mas para se ensinar, não é necessário somente um ideal, se precisa de um método. Por isso, com a chegada do Coronavírus reunimos nossos professores para estudar como seguir ensinando alemão nesse novo mundo digital.

O método

Inicialmente estabelecemos um limite máximo de sete alunos por sala. O professor precisa aprender sobre as dificuldades de cada aluno para poder se adaptar às suas necessidades. Como no ambiente virtual não conseguimos acompanhar toda a comunicação não verbal humana, esse teto permite que se estreitem as relações aluno professor, bem como um tempo maior para expressão de cada participante.

O formato também é inovador no que diz respeito a divisão da carga horária que contempla ou um, ou dois encontros semanais.

Os encontros de uma vez por semana terão duração de três horas, com um intervalo de 15 minutos. Os grupos de duas vezes por semana terão dois encontros com uma hora e meia de duração.

Buscamos aprender sobre as principais tecnologias necessárias para esse novo modelo e nos cercamos de plataformas de referência no mercado para minimizar problemas técnicos e buscar fluidez na aula.

Utilizamos ainda profundamente o conceito muito difundido nas instituições de ensino alemãs do Lernautonomie (Autonomia de aprendizagem) que busca capacitar o aluno para exercitar sozinho e com uma frequência maior o objetivo de ensino. Além dos livros didáticos, os professores têm liberdade de desenvolverem exercícios autorais para estimular a turma.

No sentido de estimular a capacidade do aluno de buscar seu próprio conhecimento, a partir de seus interesses e necessidades, desenvolveremos também um projeto semestral em cada turma, que poderá ser realizado individualmente ou em grupo. Para desenvolvimento do projeto ao longo do semestre, os alunos terão três encontros extras com o professor, no início, meio e fim do curso. No último dia de aula o projeto será apresentado e avaliado por uma banca de professores.

A participação no projeto é voluntária, mas pediremos aos professores que estimulem suas turmas a tomar parte. Acreditamos de fato que é uma forma importante dê os alunos se engajarem ainda mais em seu aprendizado.

Alteramos alguns pontos de nosso curso regular por ainda aceitarmos estar em fase de aprendizado, nos adaptando a essa nova realidade de ensino. Acreditamos, porém, manter a firmeza naquilo que nos é essencial: a certeza de que não há forma mágica de aprendizado e apenas o contato direto com o idioma nos permite aprofundar nossas capacidades e conhecimentos. Contato exige tempo, e é isso que oferecemos e pedimos na mesma medida.

Baukurs. Alemão sem mágica. Com você.